Algumas semanas atrás falamos aqui no blog do Castelo dos Mouros, localizado na pequena e charmosa cidade de Sintra. Hoje vamos falar de mais um famoso ponto turístico da cidade que atrai muitos turistas durante o ano, o Palácio Nacional da Pena.

IMG_0844

O Palácio da Pena, como é popularmente chamado, fica localizado bem no topo da serra de Sintra, a mais de 500 metros de altitude. Antes de se tornar o colorido castelo, o palácio era um mosteiro que foi comprado em 1838, por Fernando II – antigo rei de Portugal, e ficou pronto quase 10 anos depois, em 1847.

Após a morte de Fernando II e algumas polêmicas (o rei havia deixado o palácio para sua segunda esposa, causando grande controvérsia na população), uma negociação ocorreu entre a esposa e o estado que acabou tornando o palácio patrimônio nacional português, em 1889. Em 1945, com a implantação da República Portuguesa, o local se tornou um museu.

A arquitetura do castelo é uma mistura de vários estilos; neogótico, neomanuelino, neo-islâmico, neo-renascentista e até breves influências indianas. Mesmo mantendo boa parte de sua estrutura original, muitos vãos foram reformados e restaurados com o passar dos anos. Da parte externa, a bela vista de Sintra e de outros pequenos municípios tiram o fôlego de qualquer um.

IMG_0824

Em 2013, o Palácio da Pena foi o ponto turístico mais visitado de Portugal, com quase 800 mil visitas. Por conta do aumento de turistas, os espaços do restaurante, cafeteria e da loja de suvenirs foram reorganizados para melhor acomodação dos visitantes.

Sintra fica localizada a aproximadamente 30 km de Lisboa. Para chegar ao palácio, alugamos um carro, mas pelas várias informações que li não é muito difícil ir de ônibus e nem tão caro ir de taxi dependendo do local que você partir. Durante o percurso a sinalização é bem constante e precisa, sem muitas dificuldades para achar o palácio.

Confira também os outros posts do nosso tour em Portugal, Viana do Castelo, Valença do Minho, Porto, não deixe de seguir o Artescétera nas redes sociais  FacebookTwitterInstagram e assine o nosso canal no Youtube clicando aqui.