De: 04/03/2017

Horário: 21h00

Local: Centro Cultural São Paulo

Endereço: Rua Vergueiro, 1000

Entrada: R$20

Classificação: 14 anos


Disparado pelo assombro causado com a ascensão do conservadorismo e do fascismo no Brasil, O CORPO QUE O RIO LEVOU parte da necessidade de investigar e criar uma reflexão cênica sobre a permanência e a duração dos resquícios sentimentais, comportamentais e identitários dos crimes cometidos pela ditadura civil-militar dos anos 1964-1989.

O CORPO QUE O RIO LEVOU © Renato Mangolin 014 bx

A peça conta a história de Elza, uma atriz em início de carreira, alheia aos conflitos sociais e à radicalização do conservadorismo em sua época, se preocupa apenas com o teste para um espetáculo chamado Ofélica Latina, uma versão latino-americana de Hamlet dirigida por um renomado diretor norte-americano. No entanto, seu marido, Abelardo, tesoureiro da Caixa Econômica, é repentinamente convocado a prestar depoimento numa delegacia, onde, sem que Elza saiba, é torturado e assassinado.

O CORPO QUE O RIO LEVOU © Renato Mangolin 010 bx

A peça fica em cartaz até o dia 09 de abril.