Local: Teatro Porto Seguro

Endereço: Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo

Quando: 07/04/2017

Horário: 21h00 as 22h40

Entrada: R$80

Classificação: 16 anos


Em dezembro de 1975, Bibi Ferreira subia ao palco do Teatro Tereza Rachel (Rio de Janeiro) para estrear Gota D’Água, transposição da tragédia grega Medeia, de Eurípedes, para a realidade de um conjunto habitacional do subúrbio carioca. Com um arrojado texto em versos de Chico Buarque e Paulo Pontes e canções como Basta um Dia, o espetáculo marcou época e se tornou um clássico moderno do Teatro Brasileiro.

01_GOTA-ElisaMendes

Mais de quatro décadas depois, a história voltou à cena com uma adaptação absolutamente inédita do diretor Rafael Gomes. Batizada de Gota D’Água [a seco], a nova versão estreou no Rio de Janeiro em maio de 2016 e está de volta a São Paulo para curta temporada.

No palco, Laila Garin e Alejandro Claveaux são acompanhados por cinco músicos sob a direção musical dePedro Luís. Como ‘a seco’ do título já indica, a montagem busca chegar à essência da história, através dos embates entre os protagonistas, Joana e Jasão, ainda que outros personagens do original também apareçam na adaptação.

08b_GOTA-ElisaMendes

O diretor, Rafael Gomes, manteve toda a estrutura formal da peça e inseriu novas canções e pequenas citações de letras de Chico Buarque em algumas passagens do texto.

09_GOTA-ElisaMendes

Estrela de Elis – A Musical, Laila experimenta agora um novo desafio em cena: além de interpretar a mítica personagem eternizada por Bibi Ferreira, dá voz a músicas que não faziam parte da peça original, como Eu Te Amo, Baioque e Cálice. Revelado no projeto Clandestinos, Alejandro Claveaux interpreta o personagem que já foi de Roberto Bonfim e Francisco Milani (na temporada paulistana, em 1977).

A peça fica em cartaz até o dia 7 de maio.