Quando: 22/06/2017


Quando Zahira (Lina El Arabi), uma garota paquistanesa de cidadania francesa, escuta dos pais que precisa seguir as tradições do país natal para escolher um marido, seu mundo entra em colapso. Em “A GAROTA OCIDENTAL – ENTRE O CORAÇÃO E A TRADIÇÃO” a jovem de 18 anos se vê em conflito e pede a ajuda do seu irmão e confidente Amir (Sébastien Houbani) para tomar uma decisão.

Cartaz jpg

O diretor conta ainda que estabeleceu uma linha de raciocínio para escrever o roteiro. “As cenas começavam e terminavam sob o ponto de vista de Zahira. O filme é sobre ela e seus sentimentos. Quando ela não estava em cena, o ponto de vista era o do irmão”, diz. Partindo desse princípio, a escolha da protagonista ganhou ainda mais importância. “Eu precisava de uma atriz que fosse digna de ser uma heroína, precisava de uma grande atriz dramática. Eu queria uma atriz que não abaixasse o seu olhar, mas, ao invés disso, mantivesse sua cabeça erguida”, detalha o diretor.

 

A escolhida para o papel de Zahira foi a estreante nos cinemas Lina El Arabi. “Eu li o roteiro de uma vez só e, quando acabei, estava chorando. Para mim, o mais difícil foram as aulas de urdu, especialmente porque eu não estava acostumada a trabalhar tão detalhadamente os meus textos e era necessário para não cair em nenhum tipo de sotaque preconcebido”. O esforço valeu a pena e rendeu para atriz muitos elogios. “Eu descobri alguém muito atenta, vulnerável e, ao mesmo tempo, forte, e que tinha, acima de tudo, uma habilidade de se jogar no trabalho”, completa Streker.

Confira o trailer abaixo!